Presos pelas amarras da insegurança, meus pés eram reféns da necessidade de caminhar em linha reta. Tinham e sentiam a obrigação de manter meu corpo num caminho onde errar não era opção.

Um caminho sempre direito e, tantas vezes, tão estreito, que sequer comportava o desejo de seguir em frente. De abrir os braços e sentir o correr da estrada sob eles. Um caminho minguado, e tão delgado, que abafava aquilo que, desafinado, cantava meu coração.

Até o dia em que uma curva me arrebatou. Me desamarrou. E me libertou a alma. Até o dia em que abracei meus erros e julguei bonitos os traços mais feios de quem eu sou. Até o dia em que escancarei os braços e senti o balanço de cada curva de cada novo caminho.

Agora, livre da obrigação de estar sempre certo, sei que ciclos não se constroem e não se fecham quando caminhamos apenas em linha reta. Devemos nos curvar às mais diferentes direções. Porque quando o vento bate forte no sentido contrário do corpo, ele sopra a favor da alma.

Presos pelas amarras da insegurança, meus pés eram reféns da necessidade de caminhar em linha reta. Tinham e sentiam a obrigação de manter meu corpo num caminho onde errar não era opção.

Um caminho sempre direito e, tantas vezes, tão estreito, que sequer comportava o desejo de seguir em frente. De abrir os braços e sentir o correr da estrada sob eles. Um caminho minguado, e tão delgado, que abafava aquilo que, desafinado, cantava meu coração.

Até o dia em que uma curva me arrebatou. Me desamarrou. E me libertou a alma. Até o dia em que abracei meus erros e julguei bonitos os traços mais feios de quem eu sou. Até o dia em que escancarei os braços e senti o balanço de cada curva de cada novo caminho.

Agora, livre da obrigação de estar sempre certo, sei que ciclos não se constroem e não se fecham quando caminhamos apenas em linha reta. Devemos nos curvar às mais diferentes direções. Porque quando o vento bate forte no sentido contrário do corpo, ele sopra a favor da alma.

Vivimos en un espectáculo en el que nosotros mismos somos los protagonistas. Los sentimientos son nuestros trajes, que para entonces se bastante desgastados. La respiración se vuelve más agitada cada acto, la monotonía de este espectáculo es bastante agotador y casi inmutable. Todo usar máscaras, difícilmente exergar a través de ellos, pero tenemos que caer fácilmente por ellos. Con el tiempo nuestra vida se convierte en una obra de teatro con un nuevo tema, un sentimiento nuevo, nuevos personajes, nuevos dolores, todas las noches, cada mes, cada año, cada elección que hacemos. Y al final, se apagan las luces, todo el mundo va y usted tiene que limpiar el escenario solo y simplemente continuar. En previsión de una nueva historia, una nueva noche de estreno, nuevos trajes, nuevas emociones, una nueva oportunidad para perpetuarse “.
Mário Dias.

Vivimos en un espectáculo en el que nosotros mismos somos los protagonistas. Los sentimientos son nuestros trajes, que para entonces se bastante desgastados. La respiración se vuelve más agitada cada acto, la monotonía de este espectáculo es bastante agotador y casi inmutable. Todo usar máscaras, difícilmente exergar a través de ellos, pero tenemos que caer fácilmente por ellos. Con el tiempo nuestra vida se convierte en una obra de teatro con un nuevo tema, un sentimiento nuevo, nuevos personajes, nuevos dolores, todas las noches, cada mes, cada año, cada elección que hacemos. Y al final, se apagan las luces, todo el mundo va y usted tiene que limpiar el escenario solo y simplemente continuar. En previsión de una nueva historia, una nueva noche de estreno, nuevos trajes, nuevas emociones, una nueva oportunidad para perpetuarse “.
Mário Dias.

"Felicidade é um estado de espirito. E, como todo o resto, requer prática. Dedique 5 minutos do dia a sorrir. Simplesmente sorrir. E depois de um instante, virá naturalmente."
- O amor acontece. (via trovejo)

(Fonte: desfechos, via trovejo)

A FITA MÉTRICA DO AMOR

Como se mede uma pessoa? Os tamanhos variam conforme o grau de envolvimento. Ela é enorme pra você quando fala do que leu e viveu, quando trata você com carinho e respeito, quando olha nos olhos e sorri destravado. É pequena pra você quando só pensa em si mesmo, quando se comporta de uma maneira pouco gentil, quando fracassa justamente no momento em que teria que demonstrar o que há de mais importante entre duas pessoas: a amizade.

Uma pessoa é gigante pra você quando se interessa pela sua vida, quando busca alternativas para o seu crescimento, quando sonha junto. É pequena quando desvia do assunto.

Uma pessoa é grande quando perdoa, quando compreende, quando se coloca no lugar do outro, quando age não de acordo com o que esperam dela, mas de acordo com o que espera de si mesma. Uma pessoa é pequena quando se deixa reger por comportamentos clichês.

Uma mesma pessoa pode aparentar grandeza ou miudeza dentro de um relacionamento, pode crescer ou decrescer num espaço de poucas semanas: será ela que mudou ou será que o amor é traiçoeiro nas suas medições? Uma decepção pode diminuir o tamanho de um amor que parecia ser grande. Uma ausência pode aumentar o tamanho de um amor que parecia ser ínfimo.

É difícil conviver com esta elasticidade: as pessoas se agigantam e se encolhem aos nossos olhos. Nosso julgamento é feito não através de centímetros e metros, mas de ações e reações, de expectativas e frustrações. Uma pessoa é única ao estender a mão, e ao recolhê-la inesperadamente, se torna mais uma. O egoísmo unifica os insignificantes.

Não é a altura, nem o peso, nem os músculos que tornam uma pessoa grande. É a sua sensibilidade sem tamanho.
Martha Medeiros

A FITA MÉTRICA DO AMOR

Como se mede uma pessoa? Os tamanhos variam conforme o grau de envolvimento. Ela é enorme pra você quando fala do que leu e viveu, quando trata você com carinho e respeito, quando olha nos olhos e sorri destravado. É pequena pra você quando só pensa em si mesmo, quando se comporta de uma maneira pouco gentil, quando fracassa justamente no momento em que teria que demonstrar o que há de mais importante entre duas pessoas: a amizade.

Uma pessoa é gigante pra você quando se interessa pela sua vida, quando busca alternativas para o seu crescimento, quando sonha junto. É pequena quando desvia do assunto.

Uma pessoa é grande quando perdoa, quando compreende, quando se coloca no lugar do outro, quando age não de acordo com o que esperam dela, mas de acordo com o que espera de si mesma. Uma pessoa é pequena quando se deixa reger por comportamentos clichês.

Uma mesma pessoa pode aparentar grandeza ou miudeza dentro de um relacionamento, pode crescer ou decrescer num espaço de poucas semanas: será ela que mudou ou será que o amor é traiçoeiro nas suas medições? Uma decepção pode diminuir o tamanho de um amor que parecia ser grande. Uma ausência pode aumentar o tamanho de um amor que parecia ser ínfimo.

É difícil conviver com esta elasticidade: as pessoas se agigantam e se encolhem aos nossos olhos. Nosso julgamento é feito não através de centímetros e metros, mas de ações e reações, de expectativas e frustrações. Uma pessoa é única ao estender a mão, e ao recolhê-la inesperadamente, se torna mais uma. O egoísmo unifica os insignificantes.

Não é a altura, nem o peso, nem os músculos que tornam uma pessoa grande. É a sua sensibilidade sem tamanho.
Martha Medeiros

🎶 As várias fases, estações que me levam com o vento
E o pensamento bem devagar 🎶

🎶 As várias fases, estações que me levam com o vento
E o pensamento bem devagar 🎶

Se me perguntarem quanto vale um amigo? Taí uma coisa que não saberei responder, até mesmo porque este príncipe eu ganhei, e ele não está a venda, e essa amizade não tem preço.  (em Restaurante Flor de Lis)

Se me perguntarem quanto vale um amigo? Taí uma coisa que não saberei responder, até mesmo porque este príncipe eu ganhei, e ele não está a venda, e essa amizade não tem preço. (em Restaurante Flor de Lis)

Amizade que surgiu em tempos de escola e se mantém forte e verdadeira até hoje. Meus meninos, meus beberrões, meus ciumentinhos que eu tanto amo!!  (em Restaurante Flor de Lis)

Amizade que surgiu em tempos de escola e se mantém forte e verdadeira até hoje. Meus meninos, meus beberrões, meus ciumentinhos que eu tanto amo!! (em Restaurante Flor de Lis)

Qua amizade verdadeira não seja aquela em que necessariamente todos os dias nos encontremos, e sim, aquela que nos momentos mais importantes e especiais estejamos sempre juntos.  (em Restaurante Flor de Lis)

Qua amizade verdadeira não seja aquela em que necessariamente todos os dias nos encontremos, e sim, aquela que nos momentos mais importantes e especiais estejamos sempre juntos. (em Restaurante Flor de Lis)

Há dois tipos de chatos: os chatos propriamente ditos e os amigos, que são nossos chatos prediletos. 
 Mário Quintana (em Restaurante Flor de Lis)

Há dois tipos de chatos: os chatos propriamente ditos e os amigos, que são nossos chatos prediletos.
Mário Quintana (em Restaurante Flor de Lis)

"É você, que conhece todos os meus defeitos, e mesmo assim continua do meu lado."
- O labirinto de Esther. (via sou-guerra)